Tamanho do texto

SÃO PAULO - Os contratos futuros indexados ao dólar negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM & F) tiveram outro dia de forte alta. O ativo com entrega em outubro - o mais líquido - subiu 2,08%, negociado a R$ 1,870.

O contrato de novembro fechou a R$ 1,885, com avanço de 2,02%. O vencimento de janeiro de 2009 encerrou com valorização de 1,86%, para R$ 1,911.

No total, foram negociados 689.900 contratos cambiais. O giro financeiro foi de R$ 64,754 bilhões (US$ 34,702 bilhões). Ontem, foram negociados 488.060 contratos cambiais, com giro de R$ 44,907 bilhões (US$ 24,393 bilhões).

No mercado comercial à vista, o dólar comercial fechou com valorização de 2,41%, a R$ 1,866 na compra e R$ 1,868 na venda, maior patamar desde setembro de 2007. Na roda de "pronto" da BM & F, a moeda subiu 2,31%, valendo R$ 1,861.

A taxa Ptax - média das cotações do dólar apurada pelo Banco Central (BC) e ponderada pelo volume de negócios - fechou a R$ 1,8652 na compra e R$ 1,8660 na venda, com elevação de 1,36% perante o fechamento anterior. No acumulado do mês, a Ptax - que corrige contratos de exportação, entre outros - registra alta de 14,17%.

"(Valor Online)"