Tamanho do texto

SÃO PAULO - Os contratos futuros indexados ao dólar negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM & F) fecharam com forte baixa nesta segunda-feira, como resultado da recuperação dos mercados financeiros em todo mundo e a retomada de um certo nível de confiança na solução da crise. O ativo com entrega em novembro - o mais líquido - caiu 5,99%, negociado a R$ 2,188.

O contrato para dezembro de 2009 encerrou com desvalorização de 5,95%, a R$ 2,203. O vencimento para janeiro do ano que vem encerrou a R$ 2,215, com recuo de de 5,94%.

No total, foram negociados 142.835 contratos cambiais. O giro financeiro foi de R$ 15,631 bilhões (US$ 7,249 bilhões). Na sexta-feira, foram negociados 211.430 contratos cambiais, com giro de R$ 24,374 bilhões (US$ 10,653 bilhões).

No mercado comercial à vista, o dólar encerrou com queda de 7,30%, cotado a R$ 2,143 para a compra e R$ 2,1450 para a venda, na mínima do dia. O giro interbancário chegou a US$ 1,337 bilhão. Na roda de dólar "pronto" da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM & F) a moeda caiu 7,91% e fechou valendo R$ 2,141, com giro financeiro de US$ 227,50 milhões.

A taxa Ptax - média das cotações do dólar apurada pelo Banco Central (BC) e ponderada pelo volume de negócios - fechou a R$ 2,1554 na compra e R$ 2,1562 na venda, com queda de 5,76% perante o fechamento anterior. Na semana passada a taxa havia acumulado alta de 11,39%.

(Valor Online)