Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Contrato de petróleo para agosto ronda US$ 144 em Londres e Nova York

SÃO PAULO - Preocupações com o quadro geopolítico têm reflexo nos preços do petróleo. Os testes de mísseis do Irã e a possibilidade de fim de cessar-fogo na Nigéria ocupam as atenções dos investidores.

Valor Online |

Instantes atrás, em Nova York, o WTI para agosto estava a US$ 144,15, elevação de US$ 2,50. O vencimento de setembro subia US$ 3,87, a US$ 146,20.

Em Londres, o Brent para agosto era transacionado a US$ 143,55, com alta de US$ 1,52. O contrato de setembro aumentava US$ 1,70, saindo a US$ 144,58.

O secretário-geral da Opep, Abdalla Salem el-Badri, alertou ontem que os preços do petróleo podem experimentar um aumento ilimitado à luz de um eventual conflito militar envolvendo o Irã porque o cartel seria incapaz de substituir a perda de produção iraniana.

Nós realmente não podemos substituir a produção do Irã; não é possível substituí-la, declarou em entrevista. Vale notar que o Irã é o segundo maior país produtor na Opep, atrás da Arábia Saudita.

Na quinta-feira, o Irã fez novo teste de mísseis, provocando reações dos Estados Unidos e Israel, que também fizeram demonstrações de força.

Na Nigéria, um grupo militante avisou que poderia retomar os ataques a instalações petrolíferas neste fim de semana por causa do recente apoio britânico ao governo nigeriano contra a violência na região.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG