Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Contra a Azul, TAM vende passagem a R$ 39

SÃO PAULO - Curitiba por R$ 39. Salvador por R$ 134. Porto Alegre por R$ 84. Está aberta a temporada de promoções de bilhetes aéreos. A concorrência aberta com a chegada da Azul ao aeroporto de Viracopos, em Campinas, está provocando uma verdadeira guerra tarifária e ampliando a oferta de assentos e horários.

Agência Estado |

"A redução de preços é um movimento mais do que natural e acontece em qualquer setor com a chegada de novos concorrentes", diz o presidente do Instituto de Estudos Estratégicos em Transporte Aéreo (Instituto Cepta), Respício do Espírito Santo Junior. "Se tivéssemos uma concorrência assim em Congonhas, haveria guerra de preços lá também."

O bilhete de Campinas para Curitiba, que até novembro não saía por menos de R$ 140 pela Gol, ou R$ 160 pela TAM, hoje pode ser comprado por nada menos que R$ 39,50 na TAM. Na Gol, o bilhete começa em R$ 49. A Azul, que estreou em 15 de dezembro com preços a partir de R$ 129 na mesma rota, respondeu à primeira movimentação da concorrência, baixando seu preço para R$ 59. Mas a guerra tarifária surpreendeu a Azul, que agora estuda se segue ou não o preço da TAM.

"É um preço muito baixo, nunca vi uma tarifa assim, são US$ 15", afirma o fundador e presidente do conselho de administração da Azul, David Neeleman.

Em todas as companhias, as tarifas estão sujeitas a uma série de restrições, como permanência de dez dias no destino. A Gol entrou na guerra com a Azul primeiro, mas a TAM se mostra mais agressiva. Além das tarifas reduzidas, a TAM também lançou voos diretos em algumas das rotas da Azul, como Porto Alegre e Salvador. Até então, a empresa só fazia essas rotas com escalas ou conexões.

Como diferencial, Neeleman lembra que sua companhia oferece mais frequências, de quatro a cinco voos diários, dependendo da rota, além de um ônibus ligando o shopping Villa-Lobos, na zona oeste de São Paulo, ao aeroporto de Campinas.

Procurada, a TAM afirmou que considera "saudável a existência de múltiplas competidoras, com empresas que atuem dentro das regras de mercado". A Gol informou apenas que sua promoção está prevista para terminar em 25 de fevereiro.

Para o consultor Paulo Bittencourt Sampaio, a competição entre TAM, Gol e Azul está se tornando "feroz". "No dia 18 a Azul inaugura um voo para Recife a R$ 239, e é claro que TAM e Gol vão entrar em cima", diz. Na avaliação dele, os descontos não ficarão restritos às rotas de Campinas. "Com a retração da demanda por causa da crise, vamos ver tarifas muito mais favoráveis em todo o País."

Para Respício, as empresas deveriam pensar em outras formas de concorrer além de reduzir tarifas. "É um erro as companhias pensarem em concorrer só em preço", diz. "O passageiro pode comprar duas idas e duas voltas, descartar uma das pernas de cada bilhete e contornar a obrigação de ficar dez dias no destino. A R$ 39 isso pode compensar. Se muita gente descobre a jogada, a rentabilidade da empresa vai para o buraco."

Leia tudo sobre: cia aérea

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG