O contador que cuidou dos livros da empresa do financista e megafraudador Bernard Madoff se entregou nesta quarta-feira à Justiça, que o indiciou por fraude, anunciou a promotoria de Nova York.

David Friehling foi o contador entre 2004 e 2007 de Bernard L. Madoff Investment Securities, empresa do financista processado pela fraude mais importante da história de Wall Street que envolveu mais de US$ 50 bilhões.

Além do próprio financista americano, que já está preso, esta é a primeira detenção de outra pessoa vinculada à fraude orquestrada por Madoff.

Madoff está na prisão desde a semana passada, à espera de uma setença por ter montado o enorme esquema de pirâmide.

"Apesar de Friehling não ter sido indiciado por ter tido conhecido do esquema de Madoff, ele é acusado de ter enganado os investidores fazendo certificados falsos de auditorias dos negócios de Madoff", informou o promotor adjunto do distrito sul de Nova York, Lev Dassin.

Friehling, de 49 anos, pode pegar uma pena máxima de 105 anos de prisão pelas diferentes acusações de fraude que pesam contra ele.

(Com informações da AFP e EFE)

Leia também:

Leia mais sobre Madoff

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.