Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Consumo de gás em SP deve superar a oferta até 2011

A secretária de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo, Dilma Pena, afirmou hoje, durante evento de gás e óleo em Santos (SP), que o consumo de gás natural no Estado alcançará 19,8 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d) em 2011. A expansão do consumo será puxado pelo segmento industrial, disse a secretária, em referência a setores como o cerâmico e de metais.

Agência Estado |

Segundo as projeções do governo paulista, o consumo projetado para este ano é da ordem de 16,839 milhões de m³/d, volume superior aos 15,5 milhões de m³/d verificados em 2007. O consumo no Estado deve alcançar 17,3 milhões de m³/d em 2009 e 18,8 milhões de m³/d em 2010.

Caso essas projeções se concretizem, a demanda por gás no Estado de São Paulo irá superar a oferta contratual das concessionárias Comgás, Gas Natural São Paulo Sul e Gas Brasiliano. Segundo o governo paulista, a oferta total dessas três distribuidoras soma 16,6 milhões de m³/d, sendo que parte desse volume é em contratos flexíveis, ou seja, estabelece o corte do fornecimento do insumo.

De acordo com Dilma Pena, uma das razões para a oferta de gás estar abaixo da demanda dos consumidores é o desvio do insumo para o abastecimento das usinas térmicas. Segundo projeções do governo paulista, o consumo de gás pelas termelétricas irá alcançar 30,72 milhões de m³/d a partir de 2010. Dados mais recentes da Associação Brasileira das Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás) indicam que a demanda pelo insumo nas térmicas está em torno de 12 milhões de m³/d atualmente.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG