Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Consumo de alumínio deve crescer 21,2% em 2010, prevê Abal

RIO - A Associação Brasileira de Alumínio (Abal) prevê que o consumo do produto no país crescerá 21,2% este ano, passando para 1,221 milhão de toneladas, contra o consumo doméstico de 1,007 milhão de toneladas de produtos transformados de alumínio no ano passado. Em 2009, afetado pela crise, o consumo no país caiu 10,6%, depois de registrar 1,127 milhão de toneladas em 2008. Segundo a Abal, o crescimento do consumo em 2010 deverá ser puxado pelas chapas, com alta prevista de 19,8%; e fundidos, com avanço esperado de 12,5%.

Valor Online |

RIO - A Associação Brasileira de Alumínio (Abal) prevê que o consumo do produto no país crescerá 21,2% este ano, passando para 1,221 milhão de toneladas, contra o consumo doméstico de 1,007 milhão de toneladas de produtos transformados de alumínio no ano passado. Em 2009, afetado pela crise, o consumo no país caiu 10,6%, depois de registrar 1,127 milhão de toneladas em 2008. Segundo a Abal, o crescimento do consumo em 2010 deverá ser puxado pelas chapas, com alta prevista de 19,8%; e fundidos, com avanço esperado de 12,5%. A Abal ressaltou que 2009 interrompeu cinco anos seguidos de crescimento. Apesar disso, a entidade lembrou que houve recuperação gradual do consumo ao longo do ano. "No último trimestre de 2009, por exemplo, o volume consumido foi 6,3% maior que o registrado no mesmo período do ano de 2008, quando nossa economia sentiu os primeiros sinais da crise econômico-financeira", diz a nota divulgada pela Abal. (Rafael Rosas | Valor)
Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG