Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Construir a piscina sai cerca de R$ 9 mil

Ter uma piscina em casa já não é tão difícil quanto se pensa. Por mais que esse equipamento ainda represente um símbolo de status, as tecnologias existentes hoje em dia permitem a construção com um investimento bem mais baixo do que era necessário antigamente.

Agência Estado |

O custo do kit construtivo de uma piscina pequena (escavação, mais a parte hidráulica, o acabamento e a água para preencher o tanque) fica em torno de R$ 9 mil.

Entretanto, antes de ir em busca de uma dessas soluções, o ideal é planejar o ambiente onde será instalada a piscina e verificar que tipo de material é mais adequado. É o que recomenda o arquiteto Felipe Abbud, diretor-executivo do escritório Benedito Abbud.

Segundo ele, o planejamento é fundamental para que a piscina não venha a apresentar problemas e no lugar de ser diversão, torne-se uma fonte de dor de cabeça: "O subdimensionamento das estruturas é o erro mais comum quando se constrói esses espaços", diz Abbud. De acordo com ele, esse erro pode causar trincas no médio e longo prazo e exige que o trabalho seja todo refeito. "Um metro cúbico de água pesa cerca de uma tonelada, por isso a estrutura precisa ser reforçada, principalmente se o solo onde for construída for argiloso." Para evitar tais problemas, Abbud recomenda procurar um arquiteto para desenvolver o projeto e uma empresa especializada para colocá-lo em prática.

Planejar onde ficarão as máquinas (bomba, filtro e aquecedor) também é outra etapa importante para garantir a funcionalidade do local, segundo destaca Abbud: "São equipamentos grandes, barulhentos e esteticamente feios. Logo, é bom pensar onde eles ficarão acondicionados antes de começar a obra", diz.

Além disso, ele recomenda o uso de máquinas adequadas ao tamanho da piscina para evitar sobrecarga ou ociosidade.

O ambiente ao redor da piscina é, na visão de Abbud, outro ponto a ser observado. Segundo ele, construir piscinas muito grandes pode resultar no estrangulamento do espaço.

"As residenciais, de um modo geral, não são usadas de forma intensa, diariamente, ou seja, acaba figurando como um elemento que compõe um cenário, é a cereja do sundae. Por isso, construí-la sem pensar no espaço para se tomar sol por exemplo, compromete o seu aproveitamento", salienta.

Iluminação

O sistema de iluminação é outro dos pontos importantes que compõem a piscina. E precisa ser muito bem pensado para proporcionar com eficiência o uso do local à noite. O ideal é que a iluminação seja executada junto com a construção da piscina, mas há soluções que atendem também a piscinas já construídas.

É o que explica o sócio-diretor da Kolorines Technology, empresa especializada em iluminação de piscinas, Arnaldo Serra. Segundo ele, há luminárias que, ao contrário das convencionais, que são embutidas e só podem ser instaladas antes do término da obra, podem ser coladas na lateral da piscina. "A vantagem é não precisar furar a parede e não afetar a impermeabilização. E a execução é muito mais simples, pois é preciso apenas embutir o fio."

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG