Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Consórcio Antiferrugem inicia mapa online da safra 2008/09

São Paulo, 17 - O Consórcio Antiferrugem iniciou o rastreamento dos focos de ferrugem asiática nas lavouras de soja 2008/09 do País, agora que terminou o período de vazio sanitário no Mato Grosso e no Paraná. Além do levantamento das ocorrências, o objetivo é alertar os produtores da oleaginosa.

Agência Estado |

O mapa dos focos pode ser acompanhado por meio da página do consórcio na internet, www.consorcioantiferrugem.net. A iniciativa é da Embrapa/Soja e tem apoio de universidades, laboratórios e empresas privadas.

Neste ano há uma preocupação especial com o Mato Grosso, onde as condições climáticas favoreceram o desenvolvimento da soja voluntária e as infecções pelo fungo da ferrugem. Foram encontrados focos em vários municípios em todas as regiões do Estado. De acordo com as orientações do Consórcio, os produtores devem ficar alerta, mesmo nos plantios iniciais, realizando monitoramento a partir dos primeiros estágios de desenvolvimento da soja.

A ferrugem asiática surgiu como uma ameaça às lavouras de soja brasileiras na safra 2004/05, quando 342 focos da doença foram encontrados em todas as regiões produtoras. O auge da doença ocorreu em 2006/07, quando 2.778 focos foram registrados pelo Consórcio antiferrugem. Naquele ano, o Consórcio calculou que o prejuízo - principalmente perdas de produção - chegou a US$ 2 bilhões. Na última safra foram detectados 2.106 focos, um número ainda alto, mas graças ao controle mais eficiente dos produtores o prejuízo foi bem menor, de cerca de US$ 200 milhões.

Além do prejuízo na produção, o sojicultor tem que arcar com o alto custo da aplicação de fungicidas. No pior momento da doença nos últimos anos, houve produtores que tiveram de realizar de quatro e cinco aplicações do defensivo nas lavouras. A média na safra passada foi de duas aplicações. Neste ano, o vazio sanitário foi adotado por nove Estados: Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Minas Gerais, Maranhão, Bahia e Paraná.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG