Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Conselho da Telebrás aprova aumento de capital de R$ 200 milhões

SÃO PAULO - O Conselho de Administração da Telebrás aprovou o esperado aumento de capital de R$ 200 milhões na companhia mediante a capitalização de créditos da União. A proposta segue agora para apreciação dos investidores em assembleia.

Valor Online |

De acordo com a ata da reunião do conselho, serão emitidas apenas ações ordinárias com preço de emissão estimado em R$ 0,37 por lote de mil ações. Tal preço conta com deságio de 10,03% sobre o preço médio ponderado do papel nos últimos 20 pregões da Bovespa.

A companhia observa que o deságio se justifica pela grande volatilidade do mercado e pelo intuito da Telebrás de estimular a participação dos acionistas minoritários a exercerem seu direito de preferência.

Como resultado da capitalização, que visa ao "restabelecimento do equilíbrio econômico e financeiro da companhia", o capital social passará a ser de R$ 419,454 milhões.

A primeira vez que a União tentou fazer um aporte da Telebrás foi no final de 2007, mas a operação não se concretizou. O mesmo montante foi destinado novamente à companhia agora na virada do ano.

A estatal foi esvaziada após as privatizações do sistema de telefonia e parte do governo quer revitalizar a empresa para que ela volte a ter atividades operacionais.

Segundo reportagem do Valor de 19 de janeiro, uma vertente, encabeçada pelo secretário de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Rogério Santanna, quer transformar a Telebrás em gestora dos serviços de telecomunicações do governo federal e provedora de infra-estrutura para redes de banda larga.

Consta da matéria que outra ala do governo, no entanto, com a qual o ministro das Comunicações, Hélio Costa, está alinhado, entende que a estatal deveria permanecer como está, cumprindo suas obrigações judiciais e caminhando para a extinção, como prevê a Lei Geral de Telecomunicações (LGT).

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG