Em evento internacional, Richard Newell detalha relatório que coloca o País entre os maiores produtores de petróleo do mundo

O diretor do Departamento de Energia dos Estados Unidos, Richard Newell, virá ao Brasil para detalhar relatório que coloca o Brasil, pela primeira vez, entre os principais produtores de petróleo do mundo. O estudo, divulgado nesta terça-feira, aponta que o País, ao lado de Rússia e Cazaquistão, vai liderar nos próximos 25 anos o crescimento da produção mundial de petróleo entre as nações que não fazem parte da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

O documento, divulgado pelo US Energy Information Administration (EIA), órgão responsável pelo planejamento do setor energético nos Estados Unidos, projeta que a produção de petróleo no Brasil passará dos cerca de 2 milhões de barris por dia, em 2007, para 4 milhões de barris por dia em 2020. Para 2035, a expectativa é de 6 milhões de barris por dia. De acordo com o relatório da EIA, a produção norte americana entraria em declínio entre 2020 e 2035.

Newell é um dos destaques do principal evento mundial em economia da energia e que, pela primeira vez, acontece no Brasil - o IAEE's Rio 2010 International Conference. O evento ocorre de 6 a 9 de junho, no Hotel Intercontinetal, no Rio. O americano palestra no último dia. Também participarão representantes da Opep, da Agência Internacional de Energia, da Agência Internacional de Energia Atômica e do Federal Reserve, além de especialistas, acadêmicos e executivos, entre 30 palestrantes internacionais. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.