Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Conhecida em energia, Isolux estréia em concessão rodoviária no Brasil

SÃO PAULO - Conhecida por suas vitórias em licitações de linhas de transmissão de energia elétrica, a espanhola Isolux marcou hoje sua entrada no segmento brasileiro de rodovias, ao arrematar, em consórcio do qual detém 70%, o trecho de 680,6 quilômetros que liga a divisa entre Minas Gerais e Bahia à base naval de Aratu, que fica a 40 minutos de Salvador. Apesar da vitória inédita, não é a primeira vez que a empresa, há 10 anos no Brasil, tenta a concessão de uma rodovia por aqui.

Valor Online |

Ao lado da Encalso, empresa brasileira integrante do consórcio que venceu hoje, a Isolux saiu derrotada dos leilões anteriores de rodovias federais.

No segmento de energia, entretanto, a história é diferente. De 1999 para cá, a empresa já levou, sozinha ou em consórcio, nove concessões de linhas de transmissão e já participa de 15 sociedades concessionárias, segundo informou seu diretor, Francisco Corrales.

Após o primeiro êxito, revelou ele, os espanhóis querem mais e já manifestaram interesse em disputar os próximos trechos de rodovias federais que serão licitados até junho próximo. Segundo Corrales, o principal interesse cai sobre trecho de 817 quilômetros que liga a divisa entre Bahia e Minas Gerais ao município mineiro de Juiz de Fora, um investimento orçado pelo governo em R$ 3,5 bilhões. "É a continuação do trecho conquistado hoje", justificou o executivo.

Além deste, o governo planeja leiloar os 301 quilômetros da BR-381 que ligam Belo Horizonte a Governador Valadares, também em Minas. O investimento, neste caso, foi orçado em R$ 2 bilhões. Também está nos planos a licitação de 937 quilômetros da rodovia BR-040, ligando Juiz de Fora (MG) a Brasília.

Segundo o ministro interino dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, o governo trabalha no sentido de realizar o leilão antes mesmo do mês de junho.

Mais tarde, para novembro, estão previstos outros três leilões, em um total de 1,608 mil quilômetros. O maior deles, de 791 quilômetros, será o da BR-101, na Bahia. Na mesma rodovia, também será licitado um trecho de 458 quilômetros, no Espírito Santo. Por fim, será oferecida à iniciativa privada a concessão de um trecho de 359 quilômetros da BR-470, em Santa Catarina.

O governo preferiu não fornecer o cronograma de concessões previsto para 2009, porém o ministro interino afirmou que o programa é "agressivo" e que irá continuar com força.

(Murillo Camarotto | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG