WASHINGTON - Líderes democratas no Senado e na Câmara dos Deputados dos Estados Unidos concluíram na quinta-feira os detalhes de cortes tributários e gastos governamentais do pacote de estímulo econômico de US$ 789 bilhões, e decidiram votar o projeto no início da sexta-feira.

"Espero uma votação amanhã", disse o líder da maioria na Câmara, Steny Hoyer, a jornalistas. A presidente da casa, Nancy Pelosi, afirmou que a votação será "histórica e provocará transformações".

O momento em que a votação deve acontecer no Senado não estava tão claro, mas Richard Durbin, segundo na hierarquia dos senadores democratas, disse acreditar numa votação na noite de sexta-feira, o que ficaria dentro do prazo estabelecido pelo presidente Barack Obama para aprovar o pacote antes do próximo fim de semana de feriado.

O pacote final inclui US$ 507 bilhões em gastos e recursos para programas sociais, assim como US$ 282 bilhões em cortes de impostos, número menor do que o pretendido pelos republicanos e que levou a maioria deles a se opor ao pacote.

Leia mais sobre crise financeira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.