SÃO PAULO - A legislação referente ao socorro das montadoras nos Estados Unidos pode ser debatida e votada nesta quarta-feira. Ontem à noite, congressistas democratas e a Casa Branca conseguiram avançar nas discussões, havendo um acordo preliminar, conforme fontes da administração americana.

Segundo elas, mesmo com alguns pontos a ser trabalhados, os principais elementos do plano de resgate estão definidos.

O plano deve conceder bilhões de dólares em empréstimos ao setor automobilístico americano em troca de o governo americano ter participação nessas empresas e de assumir um papel direto na reestruturação da indústria. Pelo projeto, as montadoras devem receber US$ 15 bilhões em recursos de curto prazo.

Ontem à noite, a porta-voz da Casa Branca, Dana Perino, destacou que houve um grande progresso com relação ao pacote de socorro para as montadoras " que irá proteger o contribuinte e garantir que o financiamento de curto prazo esteja disponível apenas para as companhias preparadas a assumir uma dramática reestruturação para tornarem-se viáveis e competitivas " .

Ela acrescentou que a Casa Branca pretende continuar trabalhando com o Congresso americano para fechar uma legislação que o presidente George W. Bush possa apoiá-la.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.