Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Confiança empresarial na economia recua em julho mas ainda é positiva, mostra CNI

BRASÍLIA - Um recuo de três pontos percentuais foi verificado no índice de confiança do empresário industrial, em pesquisa preliminar feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e relativa ao segundo trimestre do ano. A queda ocorre depois de um ano de crescimento consecutivo do indicador e coincide com a retomada da trajetória de alta dos juros pelo Banco Central, a partir de abril.

Valor Online |

Dados divulgados hoje pela CNI, apontam que o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) ficou em 59 pontos, ante 62 em abril e 60,3 pontos em julho de 2007. A escala utilizada vai de 0 a 100 pontos, onde um índice acima de 50 significa que a confiança ainda é positiva.

As grandes empresas mostraram maior redução nas expectativas sobre o novo cenário econômico. O índice de confiança desse segmento caiu de 64,4 pontos na pesquisa anterior para 60,3, enquanto entre as pequenas empresas a diminuição foi de 1,8 ponto, de 60,2 para 58,8. Entre as médias, o índice saiu de 60,5 para 57,8 pontos.

O indicador sobre as condições atuais da economia brasileira ficou negativo, em 47,3 pontos, ante 56,3 pontos em abril.

A CNI destaca que o levantamento é parcial, ocorrido entre 26 de junho e 21 de julho, devido à greve dos funcionários dos Correios, que impediu a entrega e devolução de parte dos formulários. Enquanto a pesquisa anterior foi realizada com 1,49 mil empresas, para a atual a amostra foi de 936 empresas, das quais 164 de grande porte, 293 médias e 479 pequenas empresas.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG