SÃO PAULO - O sentimento dos grandes empresários manufatureiros do Japão tornou-se negativo pela primeira vez em cinco anos, mostrou pesquisa Tankan, do Banco do Japão (BOJ), divulgada nesta quarta-feira. O indicador que mede a confiança desse segmento ficou em -3 no trimestre encerrado em setembro, após situar-se em +5 nos três meses até junho.

A leitura negativa, que significa que os pessimistas ultrapassaram os otimistas, foi a primeira registrada desde junho de 2003.

O BC do Japão revelou ainda que as grandes companhias reviram seus planos de gastos com bens de capital e esperam agora aumentar os desembolsos em 1,7% no ano fiscal até março de 2009.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.