O índice de confiança do consumidor dos Estados Unidos subiu em setembro, ao mesmo tempo que a avaliação sobre as perspectivas para a economia em um prazo de seis meses melhorou. Segundo o Conference Board, grupo privado de pesquisa, o índice de confiança dos consumidores americanos avançou para 59,8 em setembro, de 58,5 em agosto.

Economistas esperavam que o índice ficasse em 55.

Mas a diretora da pesquisa, Lynn Franco, advertiu que "a alta de setembro reflete somente melhora no sentimento de curto prazo". A pesquisa engloba dados coletados até a terça-feira da semana passada (dia 23), "antes dos eventos recentes tumultuados no setor financeiro e, até que a poeira tenha baixado, não saberemos o impacto que tiveram sobre as expectativas dos consumidores".

O índice de situação presente, avaliação dos consumidores sobre as condições econômicas correntes, permaneceu enfraquecido, caindo para 58,8 em setembro, de 65 em agosto. Já a expectativa dos consumidores para a situação da atividade econômica nos próximos seis meses saltou para 60,5 em setembro, de 54,1 em agosto. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.