Avaliação sobre cenário atual atinge recorde, mas indicador de otimismo em relação ao futuro recua

A confiança do consumidor brasileiro aumentou em setembro, com a avaliação sobre o presente atingindo recorde, mostrou nesta quarta-feira uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O índice subiu 0,7% sobre agosto, para 121,7 pontos, com ajuste sazonal.

O componente de situação atual teve alta de 3,5%, para 140,8 pontos em setembro, o maior da série histórica. O de expectativas, por outro lado, diminuiu 1,1%, atingindo 111,6 pontos.

"Em setembro, dentre os quesitos que compõem o Índice de Confiança do Consumidor, o indicador de satisfação com a situação econômica local foi o que mais contribuiu para a evolução favorável do índice. O indicador elevou-se 6,5%, atingindo 112,4 pontos, novo recorde histórico pelo sexto mês consecutivo", afirmou a FGV em nota.

Em relação ao futuro, caiu o indicador de otimismo sobre a situação econômica local, em 2,1%.

A pesquisa foi feita com mais de 2 mil domicílios das sete principais capitais do Brasil entre 31 de agosto e 17 de setembro.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.