Tamanho do texto

SÃO PAULO - A confiança do setor corporativo no Japão diminuiu no trimestre encerrado em junho em meio a preços mais altos dos materiais. O indicador que mede o sentimento entre as grandes empresas manufatureiras caiu para 5 depois de marcar 11 nos três meses encerrados em março. Apesar dessa queda, o resultado ficou acima das expectativas do mercado, de uma leitura de 3 a 4.

Entre os grandes empresários não-manufatureiros, o índice passou de 12 em março para 10 em junho ante projeção de leitura de 9. Os dados fazem parte do estudo Tankan, que envolve mais de 10 mil companhias.

Os altos executivos se mostraram mais pessimistas com relação à perspectiva para o lucro e seguem cautelosos sobre ampliar investimentos em novas fábricas.

(Valor Online, com agências internacionais)