Tamanho do texto

SÃO PAULO - O índice de confiança da indústria brasileira ficou praticamente estável em janeiro, mas o cenário apontado pelo setor ainda não pode ser considerado positivo, mostrou pesquisa divulgada nesta sexta-feira. De acordo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), o índice de confiança ficou em 75,1 pontos em janeiro, ante 74,7 pontos em dezembro do ano passado.

"Apesar de registrar a primeira variação positiva após quatro recuos mensais consecutivos, a leitura do resultado de janeiro ainda não pode ser considerada favorável", afirmou a FGV em comunicado.

O indicador sobre a situação atual subiu 2,6%, mas o índice de expectativas atingiu o menor nível da série histórica, iniciada em abril de 1995.

"As empresas continuam demonstrando pessimismo em relação aos próximos meses", afirmou a FGV.

A coleta de dados para a pesquisa foi feita entre os dias 5 e 26 deste mês, ouvindo 1.104 empresas.

Leia mais sobre indústria