Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Conferência de Doha pede reforma das instituições multilaterais

A Conferência da ONU sobre o Financiamento ao Desenvolvimento concluiu seus trabalhos nesta terça-feira, em Doha, fazendo um apelo pela reforma das instituições multilaterais e pela participação dos principais países emergentes no processo de tomada de decisão.

AFP |

"Para enfrentarmos a crise (financeira mundial), é necessário introduzir reformas de envergadura no âmbito das instituições internacionais para assegurar um sistema financeiro mundial mais estável e mais justo", ressalta a declaração de Doha, divulgada ao final de quatro dias de reuniões.

"O apoio financeiro fornecido de emergência pelo Fundo Monetário Internacional foi modesto. O FMI deveria dispor de recursos à altura da crise internacional de liquidez e de solvência, sem ter de impor pesadas condições aos países devedores", acrescenta a nota.

Diante da crise, o texto pede ainda "um maior apoio aos países em desenvolvimento" e que se evite "as soluções simplistas de curto prazo, que não resolvem as causas da crise".

As discussões em Doha tropeçaram, em um dado momento, com o assunto de uma reorganização das instituições multilaterais, como o FMI e o Banco Mundial (Bird), assim como sobre o futuro da conferência.

fb/tt/LR

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG