Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Condomínio: cai o número de ações por falta de pagamento

O número de ações por falta de pagamento da taxa de condomínio caiu 30,9% na cidade de São Paulo

AE |

selo

O número de ações por falta de pagamento da taxa de condomínio caiu 30,9% na cidade de São Paulo. Levantamento feito pelo Sindicato da Habitação (Secovi-SP) mostra que foram ajuizadas 828 ações em junho ante 1.199 em maio. O estudo do sindicato confirma a tendência de queda em 2010. O primeiro semestre acumulou 5.350 casos, uma redução de 4,7% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram registradas 5.614 ações. A queda está relacionada à diminuição da multa por atraso no pagamento. Com o novo Código Civil, a multa passou de 20% para 2%, em 2004. Segundo o vice-presidente de Administração Imobiliária e Condomínios do Secovi-SP, Hubert Gebara, com a multa menor, mais inadimplentes tiveram condições de regularizar os débitos em um prazo menor. Outros dois fatores também influenciaram a redução de ações por falta de pagamento de taxas condominiais: os acordos extrajudiciais e a Lei 13.160, de 2008, que permite o protesto do boleto de cobrança de condomínios. "Os inadimplentes preferem negociar e pagar parcelado do que ter seu nome inscrito nos serviços de proteção ao crédito", destaca Gebara.

Leia tudo sobre: ECONOMICO-ECONOMIA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG