Tamanho do texto

Quem procurou as concessionárias da Toyota em Belo Horizonte para adquirir o modelo Corolla saiu frustrado ontem. As revendedoras Kawaii Veículos e Green cumpriram a determinação do Ministério Público de Minas Gerais e interromperam as vendas do veículo.

Quem procurou as concessionárias da Toyota em Belo Horizonte para adquirir o modelo Corolla saiu frustrado ontem. As revendedoras Kawaii Veículos e Green cumpriram a determinação do Ministério Público de Minas Gerais e interromperam as vendas do veículo. Em uma decisão administrativa cautelar, por meio do Procon estadual, o MP determinou a suspensão das vendas do modelo em todo Estado. A determinação passou a valer ontem nas 12 concessionárias da Toyota em Minas. A decisão do promotor de defesa do consumidor, Amauri Artimos da Matta, foi tomada após alguns veículos terem supostamente apresentado problemas de aceleração contínua, o que causou acidentes e provocou ferimentos leves em pelo menos uma condutora. Segundo o MP, a medida visa “impedir que a vida, saúde e segurança dos consumidores continuem a ser expostas a riscos, pela ausência de informação”. O Procon determinou também a abertura de processo administrativo contra a Toyota do Brasil e as duas concessionárias da capital mineira. Diretores da Toyota passaram a tarde toda reunidos ontem em São Paulo para discutir o tema. Nos Estados Unidos, Canadá e Japão, a empresa convocou mais de 8,5 milhões de proprietários de Corolla e outros modelos da marca por causa de problemas no sistema de aceleração que já resultaram em vários acidentes e pelo menos 19 mortes. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.