Tamanho do texto

O Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária (Conar) suspendeu ontem uma propaganda de rádio do Instituto Brasileiro do Crisotila que vinha sendo veiculada havia dois meses sob o título Amianto Crisotila: A Fibra Mineral que Ajuda o Brasil a Crescer. A suspensão do anúncio era pedida pela Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto (Abrea), entidade que defende o banimento do uso da fibra mineral no Brasil, setor que emprega cerca de 200 mil trabalhadores.

De acordo com nota divulgada pela Abrea sobre o uso do produto, a entidade luta pelo "reconhecimento dessa catástrofe sanitária em nosso País".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.