O Conselho de Autorregulamentação Publicitária (Conar) decidiu ontem, por unanimidade, manter a liminar que já havia suspendido a veiculação do comercial da campanha publicitária da cerveja Devassa, do Grupo Schincariol. O anúncio que causou polêmica tinha como garota-propaganda a socialite americana Paris Hilton.

O Conselho de Autorregulamentação Publicitária (Conar) decidiu ontem, por unanimidade, manter a liminar que já havia suspendido a veiculação do comercial da campanha publicitária da cerveja Devassa, do Grupo Schincariol. O anúncio que causou polêmica tinha como garota-propaganda a socialite americana Paris Hilton. Os integrantes do júri do Conar entenderam que a agência Mood, que criou a peça, fez uma associação direta da mulher à cerveja, assim como passou do ponto no apelo à sensualidade, o que fere as regras do Conar. A propaganda fica proibida de veiculação em televisão, na mídia impressa e no site da empresa. Mas segue em cartaz no portal YouTube. O Conselho só autorizou o anúncio em rádio. A defesa da Devassa argumentou que as peças são focadas no fotógrafo e não em Paris Hilton. A empresa deve recorrer da decisão.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.