Porto Alegre, 23 - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) começará, na segunda-feira, a vender milho de seus estoques para pequenos criadores de aves e suínos no Rio Grande do Sul. A estatal divulgou que tem volume suficiente em estoque para atender a necessidade do programa Vendas em Balcão - que beneficia os pequenos produtores - até a entrada da safra no Estado, em fevereiro.

O abastecimento de milho tem sido motivo de preocupação desde que a estiagem agravou as condições das lavouras no Rio Grande do Sul, Paraná, Argentina e Paraguai. A quebra na lavoura gaúcha é de 16,23% até a segunda quinzena de janeiro, conforme levantamento da Emater. Esta parcela não será mais recuperada, mas a volta das chuvas pode impedir perdas futuras. Por causa da quebra, a produção esperada foi revista para 4,570 milhões de toneladas, 16% a menos que o esperado inicialmente, e insuficiente para atender a demanda do Estado.

Além do milho, o farelo de soja também deve ser responsável por aumento de custos dos criadores em 2009, lembrou o presidente da Acsurs. Nesta semana, a cotação média da saca de 60 quilos de milho subiu 1,23% no Estado, para R$ 20,50 (preço para o produtor), embora a colheita já tenha começado, observou a Emater. A colheita atingiu, no período, 12% da área semeada na safra 2008/09.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.