Brasília, 17 - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) inicia no próximo dia 20 a segunda etapa do cadastramento de armazéns no Rio Grande do Sul. A expectativa desta vez é de pesquisar 2,5 mil unidades, localizadas nas regiões centro e norte do Estado.

O trabalho segue até o dia 12 de dezembro. Na primeira etapa, ocorrida entre junho e agosto deste ano, foram cadastrados 2.541 armazéns gaúchos, no sul do Estado, segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Agricultura.

Após o levantamento, a estatal vai divulgar também o número exato de armazéns no Estado, que já ultrapassa cinco mil. Atualmente, este número é de 4.081 armazéns, com capacidade estática de 22.144.963 toneladas ou 17,84 % do total no País. Para o diretor de Gestão de Estoques da Conab, Rogério Colombini, o sucesso dessa empreitada depende do apoio dos proprietários, gerentes e administradores dos armazéns, e das informações precisas. "A idéia é chegarmos ao final do trabalho com os números mais próximos da realidade", explica.

De acordo com o diretor, a atualização do cadastro vai fortalecer a política de formação de estoques estratégicos de alimentos do País. Esta operação, chamada de Censo 2008, teve início em maio deste ano no Distrito Federal. Os técnicos da Companhia visitam unidades armazenadoras para avaliar a localização do imóvel e suas características técnico-operacionais. É verificada também a importância dos armazéns para o desenvolvimento da produção agrícola. O cadastramento, regulamentado pela Lei 9.973/2000 e Decreto 3.855/2001, é obrigatório para todo o setor de armazenagem dos produtos agropecuários.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.