Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Compras pela internet crescem 30% e somam R$ 8,2 bilhões em 2008

SÃO PAULO - Não houve crise para o varejo online em 2008. Dados preliminares apontam para um faturamento nominal com vendas da ordem de R$ 8,2 bilhões, o que representa um aumento de 30% perante os R$ 6,3 bilhões apurados em 2007.

Valor Online |

Dados divulgados pela e-bit mostram ainda que só no mês do Natal as vendas somaram R$ 1,25 bilhão, com expansão de 15% perante dezembro do ano anterior. O ticket médio por compra no ano foi de R$ 328,00, chegando a R$ 346 em dezembro.

Apesar da crise de confiança que já afeta a economia brasileira, o diretor geral da e-bit, Pedro Guasti, aposta em crescimento robusto das vendas também para 2009. A expectativa é de que o faturamento supere a marca de R$ 10 bilhões, com crescimento nominal entre 20% e 25% perante 2008.

Guasti lembra que o potencial de crescimento do comércio online no Brasil é muito grande ainda. Nos Estados Unidos, que é um mercado mais maduro, a receita com vendas cresceu apenas 7%.

Segundo a e-bit, um conjunto de fatores vem garantindo o bom desempenho das vendas pela internet. Além do aumento do acesso dos consumidores a esse canal de venda, os usuários têm demonstrado mais confiança no mecanismo. A melhora das informações e a profissionalização das redes de venda online também contribuem para a expansão da modalidade de vendas.

"A confiança do consumidor nas transações online demonstra que o segmento tem cada vez mais credibilidade junto ao público, que procura sanar todo o tipo de dúvida antes de efetuar sua compra. Esse ano, por causa da crise, esse processo tornou-se ainda mais explícito", afirma Guasti. O executivo cita ainda a entrada de grandes redes varejistas no e-commerce, que ampliou o público consumidor do comércio eletrônico.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG