LONDRES - O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, teria dito na segunda-feira ao presidente-executivo do Lloyds, Victor Blank, que não haverá uma análise de possíveis questões relacionadas à concorrência que podem ser criadas com a aquisição do HBOS pela instituição.

Acordo Ortográfico

As informações são do próprio Bank. O executivo também disse a jornalistas, nesta quinta-feira, que o negócio não poderia ter sido fechado se tivesse sido submetido a uma longa análise por autoridades de defesa da concorrência.

Blank acrescentou que o presidente-executivo do Lloyds, Eric Daniels, abordou o HBOS sobre um possível negócio há seis semanas.

Leia mais sobre a compra do HBOS pelo Loyds

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.