Antecipando-se à Petrobrás, que pretende lançar US$ 1,5 bilhão em bônus no 1.º trimestre, a Petróleos Mexicanos (Pemex) recebeu um volume de subscrições três vezes superior à sua oferta de US$ 2 bilhões em bônus, na terça-feira.

O apetite dos investidores desprezou até os resultados ruins da empresa em 2008. O bônus carregou um cupom (juro nominal) de 8% e foi vendido por 98,313% do valor de face, com retorno para o investidor de 8,25%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.