Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Commodity agrícola derruba IGP-M de novembro, diz consultoria

São Paulo, 27 - A redução dos preços agrícolas no atacado foram os principais responsáveis pela expressiva desaceleração da inflação de novembro medida pelo Índice Geral de Preço no Mercado (IGP-M), segundo avaliação do economista da LCA Consultores Fábio Romão. O IGP-M fechou este mês com uma variação de 0,38%, mostrando uma desaceleração de 0,60 ponto porcentual na comparação com a alta de 0,98% apurada em outubro.

Agência Estado |

No mesmo período de comparação, o IPA Agrícola saiu de uma variação positiva de 0,48% para uma queda de 0,96%. Para esta queda, contribuíram os preços do feijão (-17,76%), dos bovinos (-2,28%), milho (-7,14%) e suínos (-13,18%).

Os preços de produtos industriais ainda fecharam em alta, de 0,75%, mas bem abaixo da taxa de 1,52% registrada em outubro. "Depois de se manterem pressionados em outubro, apresentaram importante descompressão em novembro, sobretudo pela deflação registrada em produtos derivados do petróleo e álcool e metalurgia básica, bem como pela descompressão apresentada pelos produtos químicos", diz Romão.

O Índice de Difusão do IGP-M de novembro confirma o comportamento da média dos preços ao mostrar uma desaceleração, de 62,60% do total de itens que compõem o índice para 54,60% neste mês. O Núcleo do IPA-Industrial por exclusão de combustíveis e produtos alimentares fechou em 1,09% em novembro ante 1,68% em outubro, segundo cálculos feitos pelo economista da LCA. Da mesma forma, o Índice do IPA Industrial que expurga da sua conta a indústria extrativa fechou em 0,58% ante 1,00% no mês passado.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG