Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Comissão Europeia reduz previsão de crescimento para UE em 2008

SÃO PAULO - A Comissão Europeia (CE) reduziu as projeções de crescimento para as economias da zona do euro e da União Européia em 2008. Para a região unida pelo euro, a expectativa é de expansão de 1,3% em vez de 1,7% como anunciado em abril. No bloco europeu, a estimativa é de ampliação de 1,4% em lugar dos 2% calculados antes.

Valor Online |

Acordo Ortográfico Diante de um cenário econômico difícil, as perspectivas para o crescimento econômico na União Europeia pioraram e a inflação ainda não deu sinais de arrefecimento, destacou o organismo em nota divulgada nesta quarta-feira.

Ao mesmo tempo que os fundamentos nas economias da eurozona e da União Europeia estão sólidos como um todo, uma série de fatores explica as projeções mais pessimistas, observou a CE, citando, por exemplo, as incertezas na economia global e a desaceleração do crescimento em nível internacional.

O braço executivo da União Europeia lembrou ainda que os preços da energia e dos alimentos contribuíram para o avanço da inflação este ano, embora as cotações do petróleo e de outras commodities mostrem agora redução dos picos registrados no verão no hemisfério norte.

Em 2008, a inflação deve situar-se em 3,8% no bloco europeu e em 3,6% na zona do euro. A CE ressalvou, no entanto, que tudo depende da evolução dos mercados de commodity, entre outros fatores.

As projeções para o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) são feitas com base em estimativas atualizadas para a França, Alemanha, Itália, Holanda, Polônia, Espanha e Reino Unido, que juntos respondem por cerca de 80% do PIB da União Europeia.

Leia mais sobre União Europeia

Leia tudo sobre: união européia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG