Bruxelas, 19 mar (EFE).- O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, propôs hoje a criação de um novo mecanismo da zona do euro baseado em empréstimos bilaterais coordenados, para enfrentar a crise orçamentária na Grécia, e pediu a todos os Governos para tomar uma decisão o mais rápido possível.

"A Comissão está pronta para propor um instrumento para a assistência coordenada à Grécia", indicou Barroso em uma declaração que leu para jornalistas.

Segundo explicou, tal instrumento seria constituído por um "sistema de empréstimos bilaterais coordenados, compatível com a cláusula do tratado que proíbe o resgate e incluiria uma estrita condicionalidade".

Nesse sentido, acrescentou que a criação deste instrumento não implica sua ativação imediata.

"Nosso objetivo é (criar) um instrumento desenhado dentro da zona do euro, com condições e gestão estabelecidas pela zona do euro e suas instituições", explicou o presidente do Executivo do bloco.

"Não podemos continuar prolongando a situação atual. Peço urgência aos líderes da União Europeia para entrarem em acordo sobre este instrumento o mais rápido possível", concluiu Barroso. EFE jms-rja/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.