Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Comissão Européia aprova plano de resgate da companhia aérea Alitalia

Bruxelas, 12 nov (EFE).- A Comissão Européia autorizou hoje o plano de privatização da companhia aérea italiana Alitalia, mas declarou ilegal o empréstimo ponte de 300 milhões de euros que foi concedido para manter a atividade da companhia aérea, informaram à Agência Efe fontes comunitárias.

EFE |

O Governo da CE afirmou que o plano de privatização não comporta ajudas do Estado, sempre que os ativos da companhia aérea sejam vendidos a preços de mercado.

Por outro lado, o empréstimo ponte de 300 milhões de euros concedido para permitir à Alitalia que prossiga sua atividade constitui, segundo Bruxelas, uma ajuda estatal incompatível com o Tratado e deverá ser devolvido integralmente ao Estado.

O plano de privatização contempla a liquidação da atual companhia e a criação de uma nova, totalmente particular e muito menor.

Trata-se de um modelo parecido ao que foi seguido, com o sinal verde da CE, quando quebrou a companhia belga Sabena, que deu origem à Brussels Airlines.

Bruxelas o considera adequado, pois, entre outras coisas, permitirá a entrada no mercado italiano de outros concorrentes.

Com efeito, a nova Alitalia terá um tamanho equivalente a 69% do atual, o que deixa espaço para outros operadores particulares.

A Comissão designará um analista independente para supervisionar se a venda dos ativos da atual Alitalia é realizada a preços de mercado, acrescentaram as fontes. EFE jms/fal

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG