Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Comissão da Câmara aprova reforma tributária

A comissão especial da Câmara que analisa a reforma tributária aprovou ontem, às 23h, o substitutivo do relator Sandro Mabel (PR-GO). A comissão continuou votando destaques dos deputados e os de bancada.

Agência Estado |

A previsão era que a sessão se estenderia pela madrugada de hoje.

A votação na comissão foi por maioria simples. O PSDB, o DEM, o PPS e PSOL se opuseram ao projeto. O resultado não encerra as negociações, pois os governadores dos Estados ainda se opõem a vários dispositivos da reforma.

O entendimento político é de que o projeto será mudado durante as negociações em plenário para aumentar os recursos destinados ao Fundo de Equalização de Receitas e ao Fundo Nacional de Desenvolvimento Regional (FNDR).

Os recursos do FNDR estão em R$ 3,5 bilhões, montante considerado insuficiente até mesmo pelo relator Sandro Mabel. "Com esse montante, nem eu voto (na reforma)", disse ele. "Acho que dá para chegar a R$ 7 bilhões ou R$ 8 bilhões", afirmou. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG