Tamanho do texto

BRASÍLIA - A Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO) concluiu, no fim da manhã desta quarta-feira, a votação do relatório final do Orçamento para 2009, com o exame dos destaques. A matéria será submetida agora ao Plenário do Congresso.

A votação do relatório em sessão conjunta estava marcada para as 12 horas, mas sofreu um atraso em razão da necessidade de correção de trechos da peça, o que está sendo feito na gráfica do Senado.

Conforme esclareceu o líder do PSDB, senador Arthur Virgilio (AM), em Plenário, em razão de erro de digitação do relatório do Orçamento para 2009, está se providenciando a correção de partes do documento.

Ao fim da reunião da CMO, o vice-líder do governo no Congresso, deputado Gilmar Machado (PT-MG), também confirmou em entrevista a necessidade de correção no texto do relatório final, problema atribuído por ele à pressa no fechamento dos dados.

O deputado também disse que, na errata que será examinada diretamente em Plenário, serão recompostas dotações de ministérios que foram prejudicados, como o da Previdência Social que perdeu R$ 1,7 bilhão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.