Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Comgás aposta no segmento residencial para crescer na crise

SÃO PAULO - O grande espaço para crescimento existente no segmento residencial e uma estratégia focada no longo prazo são os grandes trunfos da Comgás para enfrentar o período de crise financeira. Ao apresentar hoje os resultados referentes ao terceiro trimestre deste ano, o diretor de Relações com Investidores da companhia, admitiu que a crise está levando alguns clientes da Comgás a reavaliarem seus planos de crescimento e de consumo para 2009.

Valor Online |

Mesmo assim, a companhia segue apostando na expansão da capilaridade de sua rede, especialmente para o atendimento do mercado residencial, de longe o que mais cresce nos negócios da companhia. Durante o terceiro trimestre, a companhia vendeu 38,33 milhões de metros cúbicos por dia a esses clientes, uma expansão de 9% em relação ao mesmo período de 2007. O número de residências atendidas aumentou 12,7%, para 745.144 unidades.

No mesmo intervalo de comparação, para se ter uma idéia, as vendas de gás para os mercados industrial e comercial caíram 3,7% e 0,3%, respectivamente. Já o número de unidades atendidas nesses segmentos avançou 3,1% e 2,8%, na mesma ordem.

De acordo com Laje, o segmento residencial tem potencial para atingir 7 milhões de domicílios, motivo pelo qual ele acredita na manutenção do crescimento dos negócios durante o próximo ano, quando a economia mundial deverá desacelerar significativamente.

"Sabemos a dimensão da crise, mas a mensagem é de serenidade. Nossa visão é de médio e longo prazo e não vemos afetação dos projetos de longo prazo, para 2010, 2011", disse o executivo.

A Comgás encerrou o terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 167,5 milhões, valor que supera em 28,4% o registrado no mesmo intervalo de 2007. A receita líquida somou R$ 1,1 bilhão, alta de 32%. Já a geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de impostos, juros, amortizações e depreciações) ficou em R$ 321,8 milhões, um crescimento de 23,1% sobre o terceiro trimestre do ano passado.

(Murillo Camarotto | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG