Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Combustível caro e crise derrubam vendas de montadoras nos EUA

SÃO PAULO - Os preços elevados dos combustíveis e a desaceleração econômica por conta dos problemas no mercado imobiliário dos EUA continuam afetando negativamente as vendas de automóveis nos Estados Unidos. General Motors (GM), Ford e Toyota apresentaram forte recuo nos negócios durante o mês de julho. Honda e Nissan tiveram um desempenho um pouco melhor, sendo que esta última aumentou o número de carros comercializados no mês passado.

Valor Online |

As vendas totais da GM caíram 26,1% na comparação com julho do ano passado, para 233.340 unidades. A venda de utilitários, que consomem mais combustível, despencaram 34,7%, para 129.849 veículos, e puxaram o desempenho negativo.

Também afetada, a Ford viu suas vendas diminuírem 14,9% na comparação entre julho do ano passado e o mesmo mês deste ano. A empresa vendeu 161.530 unidades no mês passado, ante 189.920 veículos um ano atrás.

A japonesa Toyota também não ficou imune. As vendas da companhia recuaram 11,8% na comparação anual, tendo caído de 224.058 para 197.424 unidades.

Com desempenho melhor que o das concorrentes, as vendas da Honda caíram apenas 1,6%, para 138.744 unidades, enquanto as da Nissan avançaram 8,5%, para 95.319 veículos.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG