Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Com queda nos juros, Dow Jones cai 0,82% e Nasdaq sobe 0,47%

Nova York, 29 out (EFE) - As Bolsas de Nova York fecharam hoje com seus dois principais indicadores em sentidos opostos, apesar de o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) ter reduzido a taxa básica de juros em vigor nos Estados Unidos de 1,5% para 1%, como os mercados já esperavam. O Dow Jones Industrial terminou o pregão com baixa de 74,16 pontos (0,82%), aos 8.990,96, e voltou a perder a cota dos nove mil pontos.

EFE |

Como vem sendo comum nas últimas semanas, este indicador manteve um comportamento muito volátil em todo o pregão, durante o qual chegou a cair 1,9% e a subir 3,2%.

Já o S&P 500 retrocedeu 10,42 pontos (1,11%), mas conseguiu se manter acima da barreira dos 900 pontos, fechando a 930,09 pontos.

Por outro lado, o mercado Nasdaq, onde cotam empresas de tecnologia e internet, teve alta de 7,74 pontos (0,47%), aos 1.657,21 pontos, enquanto o índice composto NYSE, que reúne as ações que cotam em Nova York, subiu 41,45 pontos (0,72%), aos 5.774,9 pontos.

A decisão do Fed de baixar em 0,5 ponto percentual os juros, até 1%, deixa a taxa no nível de junho de 2004.

Esta é a segunda ocasião em que a autoridade monetária americana corta os juros neste mês, depois que, em 8 de outubro, reduziu em 0,5 ponto percentual a taxa em uma ação coordenada com os principais bancos centrais do mundo.

Entre as companhias que apresentaram resultados, as ações da Procter & Gamble baixaram 3,54%, aos US$ 60,99, enquanto as do Kraft caíram 1,42%, aos US$ 28,47, depois que os resultados trimestrais das empresas superaram as expectativas de Wall Street.

As obrigações a dez anos desceram no mercado secundário da dívida e ofereciam uma rentabilidade, que se movimenta em sentido inverso, de 3,84%, contra 3,77% de terça-feira. EFE bj/sc/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG