Cingapura, 10 - O governo da Indonésia está considerando aumentar suas reservas de açúcar, em meio uma colheita abundante, para fortalecer seu papel na regularização dos preços domésticos, afirmaram hoje autoridades da indústria. As tradings estão acumulando estoques, o que lhes dá mais controle sobre os preços do que o governo.

"O governo está avaliando se aumenta os estoques, mas não há um plano final ainda", afirmou I.R. Colosewoko, secretário-geral da Associação de Açúcar da Indonésia. Segundo ele, o governo não tem condições atualmente de liberar estoques suficientes para evitar a alta dos preços.

Um nível razoável de reservas estatais seria em torno de 500 mil a 600 mil toneladas, ou o equivalente ao consumo em um período de um mês e meio. De acordo com Colosewoko, os estoques comerciais de açúcar da Indonésia somam aproximadamente 1 milhão de toneladas, e o governo espera que parte deste volume seja direcionado para as reservas estatais.

Os preços do açúcar branco na Indonésia estão em torno de 8.000 rupias por quilo (US$ 0,68), alta de cerca de 33% sobre o mesmo período do ano passado. Segundo participantes da indústria, o avanço dos preços, embora em linha com a alta no mercado internacional, contraria os fundamentos, já que uma colheita abundante e estoques amplos no país não justificam um aumento tão significativo nas cotações. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.