Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Com notícias de fusões no Japão, Ásia fecha sem tendência definida

SÃO PAULO - As principais bolsas asiáticas fecharam sem tendência comum nesta segunda-feira. As notícias sobre as possíveis fusões de grandes seguradoras japonesas e a alta das commodities impulsionaram algumas bolsas da região, mas os ganhos foram limitados por indicadores negativos.

Valor Online |

O clima otimista foi gerado principalmente pela expectativa de que a segunda maior seguradora japonesa, a Mitsui Sumitomo Insurance Group Holding, se fundiria com outras duas, a Aioie Insurance e a Nissay Dowa General Insurance, criando a maior empresa do setor no mercado do Japão. O resultado da possível fusão seria uma companhia com receita líquida de cerca de 2,7 trilhão de ienes (US$ 30 bilhões).

A motivação da operação, segundo as agências locais, seriam as dificuldades que o setor enfrenta diante da queda da demanda, principalmente por seguros para carros e casas, em resposta à desaceleração da economia global.

Outro fator de ânimo dos mercados foi a alta do petróleo, impulsionando as ações das empresas ligadas às commodities. No entanto, os ganhos nas bolsas foram limitados por indicadores, como a confiança do consumidor da Coréia do Sul, que apresentou o menor nível desde 1998, e a queda de 5,3% nas exportações de Hong Kong no indicador relativo ao mês de novembro.

O índice Nikkei da bolsa de Tóquio fechou aos 8.747,17 pontos, com alta de 0,09%. No mesmo passo, o Hang Seng de Hong Kong fechou no campo positivo com elevação de 1,02%, aos 14.328,48 pontos. Na China, o índice Shanghai teve queda de 0,06%, encerrando o pregão aos 1.850,48 pontos e o coreano Kospi, fechou aos 1.117,59 pontos, com baixa de 0,02%.

(Vanessa Dezem | Valor Online com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG