Tamanho do texto

SÃO PAULO - Ainda amparadas pelas medidas de incentivo implementadas pelo governo, as vendas de automóveis cresceram 5,11% em janeiro, no confronto com dezembro de 2008.

Foram emplacadas 158.255 unidades no mês passado, de acordo com os dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Segundo a entidade, a redução de impostos como IPI e IOF e a criação de linhas de crédito em bancos públicos explicam o crescimento na venda de carros. Na comparação com janeiro de 2008, porém, a comercialização de automóveis caiu 6,74%.

As vendas de automóveis, e ainda assim apenas na comparação com dezembro, foram as únicas a crescer em janeiro, segundo a Fenabrave. No segmento de comerciais leves foram vendidos 31.474 veículos em janeiro, uma queda de 5,63% perante dezembro e de 11,84% sobre janeiro de 2008.

O ramo de caminhões também continuou a apresentar piora de desempenho. As vendas de 6.389 unidades em janeiro foram 24,45% inferiores às de dezembro e 20,56% menores do que as do primeiro mês de 2008. Para a Fenabrave, essa redução se deve à crise econômica, que diminui as entregas e inibe investimentos para modernização da frota. O segmento de ônibus, com 1.406 veículos vendidos, teve a maior queda do setor na comparação com dezembro, de 35,33%. Perante janeiro de 2008, a comercialização de ônibus diminuiu 9,70%.

A venda de motos no varejo somou 124.067 unidades em janeiro, número 13,47% menor do que o de dezembro e 14,78% inferior ao de janeiro de 2008. Neste caso, a Fenabrave atribui a diminuição dos emplacamentos ao maior rigor das financeiras na análise da ficha cadastral dos clientes.

Considerando-se todas as categorias (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros meios de transporte), as vendas no varejo totalizaram 327.500 unidades em janeiro, uma baixa de 5,20% contra dezembro e de 11,03% no confronto com janeiro de 2008.

Levando em conta automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus houve ligeira alta de 1,53% sobre dezembro, para 197.524 unidades.

(Valor Online)