Com uma dívida de mais de R$ 12 milhões com cerca de 50 pecuaristas, os donos do Frigorífico Campo Oeste, de Campo Grande (MS), estão desaparecidos há dez dias. Dos 410 funcionários, 200 retornaram ontem das férias e encontram os portões da empresa trancados.

Coordenados pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), eles invadiram o galpão e deram de cara com o vigia de revólver em punho. Ele foi imobilizado e desarmado, mas feriu outro funcionário, sem gravidade.

O frigorífico também pagou rescisões de funcionários com cheques sem fundo e seus donos estão sendo procurados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.