Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Com custo de captação maior, lucro do Sofisa cai no trimestre

SÃO PAULO - O Banco Sofisa obteve lucro líquido de R$ 21,2 milhões no terceiro trimestre deste ano, o representa uma queda de 32,1% sobre o ganho da instituição no mesmo período de 2007. O resultado bruto da intermediação financeira mostrou queda de 9,5% nesta mesma comparação, para R$ 66,3 milhões.

Valor Online |

Segundo o Sofisa, este recuo se deve ao aumento do custo de captação.

No relatório em que apresenta seus resultados, o Sofisa revela que, diante da crise internacional, a "diretoria tem tomado medidas para redução da carteira de empréstimos e racionalização da estrutura do banco para minimizar os impactos na performance".

O banco informou que seu caixa livre fechou o mês de setembro em R$ 745,5 milhões e que recuou para R$ 600,7 milhões em 28 de outubro, nível considerado confortável. Este indicador é formado pelas disponibilidades, mais aplicações interfinanceiras de liquidez e carteira de títulos e valores mobiliários, descontada a captação no mercado aberto. Em junho deste ano, o caixa livre era de R$ 1,026 bilhão. Em setembro do ano passado, de R$ 659,3 milhões.

Do lado do funding, a captação via depósitos a prazo e letras de crédito do agronegócio encerrou o mês de setembro com saldo de R$ 2,018 bilhões, com avanço de 27% em 12 meses, mas queda de 19,3% sobre junho.

Essa queda foi mais do que compensada por captações no mercado aberto - que saltaram para R$ 374 milhões, com alta de 1.180% sobre setembro de 2007 e de 730% em relação a junho deste ano - e também por empréstimos no exterior, que subiram 169% em 12 meses e 69% em três meses, para R$ 1,048 bilhão em setembro. Em relação à captação externa, o banco destaca uma emissão de US$ 125,0 milhões em eurobônus de três anos, liquidada em julho deste ano.

No total, a captação do banco cresceu 57,5% em 12 meses e 6,2% no trimestre, tendo terminado o mês de setembro em R$ 4,020 bilhões.

Do lado do crédito, o Sofisa fechou o terceiro trimestre com uma carteira total de R$ 3,446 bilhões, o que mostra um avanço de 57,2% na comparação com setembro de 2007 e de 6,9% sobre junho.

A carteira de varejo - que inclui veículos e consignado - mostrou uma redução no ritmo de originação, o que fez o saldo de empréstimos avançar apenas 2,1% em relação a junho, para R$ 1,185 bilhão no fim do terceiro trimestre. "Achamos prudente privilegiar a liquidez do banco e optamos pela redução dos volumes operados a partir de setembro", disse o presidente do conselho da instituição, Alexandre Burmaian, no relatório.

Para a clientela empresarial, o cenário foi diferente. O saldo dos empréstimo aumentou 9,6% em três meses e saltou 31% em 12 meses, para R$ 2,261 bilhões.

Ao final de setembro, os ativos totais do Sofisa somavam R$ 5,092 bilhões, com alta de 46% em 12 meses e de 6,9% sobre junho. O patrimônio líquido era de R$ 861 milhões em setembro e o índice de Basiléia de 17%, ante o limite de 11% determinado pelo Banco Central.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG