Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Com ajuda de Petrobras e Vale, Bovespa sobe 0,92%; dólar cai a R$ 2,24

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) segue operando em território positivo, com as ações relacionadas ao mercado de commodities concentrando as compras. Por volta das 14h40, o Ibovespa registrava alta de 0,92%, aos 43.

Valor Online |

146 pontos, com giro financeiro em R$ 1,99 bilhão.

Em Wall Street, o pregão é instável, mas com pouco efeito sobre as decisões de compra por aqui. Os investidores aguardam o projeto de resgate para os bancos e a votação do plano de estimulo econômico pelo senado. Os dois eventos estavam originalmente agendados para hoje, mas foram postergados para amanhã. Há pouco, o Dow Jones apontava queda de 0,05%, depois de um breve tentativa de alta. Já a bolsa eletrônica Nasdaq recuava 0,12%.

No câmbio, o dólar mantém o movimento de baixa ante o real pelo quinto pregão seguido. Segundo a NGO Corretora, a queda está relacionada ao contínuo desmanche de posições compradas (apostas contra o real) no mercado futuro. Na semana passada, essa posição caiu em mais de US$ 2 bilhões. Há pouco, o dólar perdia 0,62%, para R$ 2,24 na venda.

Dentro do Ibovespa, o destaque segue com ativo PN da Petrobras, que subia 3,24%, para R$ 27,98. Petrobras ON ganhava 4,45%, a R$ 36,48.

Bom desempenho também para os papéis da Vale, que seguem beneficiados pela percepção de retomada na demanda por minério de ferro. A ação PNA tinha alta de 0,89%, a R$ 32,77, enquanto o papel ON aumentava 1,03%, a R$ 39,15.

As siderúrgicas também ampliam os ganhos da semana passada. CSN ON se valorizava 2,16%, para R$ 41,07. Gerdau PN subia 1,67%, a R$ 17,62, e Usiminas PNA tinha acréscimo de 0,28%, a R$ 32,10.

Os bancos seguem instáveis. Itaú PN perdia 1,30%, para R$ 25,81, enquanto Bradesco PN operava estável a R$ 22,63, depois de subir a R$ 22,81.

Na ponta vendedora, B2W Varejo caía 3,51%, a R$ 23,06, e Lojas Americanas PN perdia 3,43%, a R$ 5,90.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG