Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Com ação do BC, dólar cai 3% e fecha a R$ 2,25; Bovespa segue em queda

O mercado doméstico de câmbio praticamente descolou-se hoje da volatilidade das bolsas e do dólar no mercado internacional, graças aos leilões do Banco Central realizados nesta segunda-feira. Desta vez, a autoridade monetária fez apenas dois leilões na sessão, mas vendeu um volume de moeda expressivo, equivalente a cerca de US$ 2 bilhões, através de swap cambial e de venda com recompra futura. A moeda fechou em queda de 3,14%, cotada a R$ 2,255.

Redação com agências |

 

O Banco Central (BC) vendeu parte dos contratos de swap cambial oferecidos em leilão nesta tarde. Na transação, realizada das 12h45 às 13h, a autoridade monetária vendeu US$ 1,113 bilhão em contratos de swap cambial com ajuste periódico.

O mercado aceitou parcialmente os 30 mil contratos leiloados em três lotes. O primeiro lote, com vencimento em 2 de janeiro de 2009 e 20 mil contratos, teve aceitação de 12.120 papéis. A cotação mínima foi de 98,0919, a taxa nominal foi de 11,1357% e a linear, de 10,610%.

O lote com vencimento em 1 de abril, teve aceitação de 3.030 do total de 6 mil contratos. A cotação mínima foi de 95,5566, a taxa nominal foi de 10,9855% e a linear, de 10,800%. Já dos papéis com vencimento em 1 de junho, o mercado absorveu 1.600 dos 4 mil contratos ofertados. A cotação mínima foi de 94,4357, a taxa nominal foi de 9,9141% e a linear, de 9,820%.

Com essa operação, o BC tem como objetivo fornecer "hedge" (proteção) às empresas - pagando a variação do dólar e recebendo juros.

Depois de ficar desde maio de 2006 sem fazer esse tipo de operação, o BC voltou a ofertar tais contratos diante da crise financeira mundial que vem fazendo disparar o valor do dólar perante o real.

Bovespa

Durou pouco tempo a recuperação ensaiada pela Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), uma vez que a mudança de sinal (para o positivo) dos mercados em Nova York também não se sustentou.

Com isso, faltando cerca de uma hora para o fim dos negócios hoje, a Bovespa voltou a cair mais de 3% e as Bolsas americanas voltaram a operar no terreno negativo, porém, com perdas menos acentuadas que o mercado doméstico.

Às 17h01 (de Brasília), o índice Bovespa cedia 3,63%, a 30.337 pontos, e registrava um volume financeiro de R$ 2,58 bilhões. Na mínima, o indicador cedeu 4,26% e, na máxima, recuou 0,01%. No mesmo horário, nos Estados Unidos, o índice Dow Jones perdia 0,21%, o Nasdaq 100 recuava 0,76% e o S&P 500 caía 0,86%.

(Com informações do Valor Online e Agência Estado)

Para saber mais

 

Serviço 

 

Opinião:

Leia tudo sobre: bovespadolar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG