SÃO PAULO - A indústria de cartões de crédito movimentou no primeiro semestre deste ano R$ 102,2 bilhões. Dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) mostram ainda que o setor alcançou a marca de 100 milhões de plásticos em circulação no país no final de junho, o que representa uma evolução de 17% perante o patamar registrado no mesmo mês de 2007.

Considerando o movimento dos cartões de crédito, débito, loja e rede, são 466 milhões de plásticos em circulação, um aumento de 14%, e R$ 176,2 bilhões movimentados, montante 24% superior ao verificado na primeira metade de 2007. O volume de transações cresceu 20%, com 2,8 bilhões de operações realizadas.

Dentre as modalidades analisadas, o movimento do cartão de débito, que somou R$ 50,2 bilhões, foi o que mais se expandiu (30%), devido à migração para esse meio de pagamento, que substituiu principalmente cheques e dinheiro. O gasto médio por cartão aumentou 22% no semestre e alcançou R$ 247.

Na modalidade de cartões de loja e de rede, a expansão foi de 19%, com 23,9 bilhões movimentados no semestre e 156 milhões de cartões em circulação, volume 20% superior ao nível de junho do ano passado. Em número de transações, a evolução foi de 17%, com 437 milhões de operações de janeiro a junho.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.