Tamanho do texto

A aviação militar da Colômbia recebeu ontem na fábrica da Embraer em Gavião Peixoto, a 350 km de São Paulo, o seu 25º e último caça leve Supertucano,integrante de um lote contratado em 2005. A frota custou US$ 234 milhões.

As autoridades colombianas exigiram que os jornalistas não tivessem acesso à cerimônia de entrega do turboélice. Em 1º de abril a Força Aérea da Colômbia lançou um ataque utilizando bombas inteligentes, guiadas eletronicamente, contra um centro de comando da guerrilha instalado em território do Equador. Foi o primeiro emprego em combate real do Supertucano A-29B.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.