Tamanho do texto

O Comitê de Orientação para Divulgação de Informações ao Mercado (Codim)apresentou hoje o seu Pronunciamento de Orientação nº 6, que versa sobre releases. O pronunciamento propõe as melhores práticas para a preparação desse instrumento de comunicação e teve como relatores o subcoordenador do comitê pelo Instituto Brasileiro de Relações com Investidores (IBRI), Helio Garcia, e Alexandre Oliveira, membro do Comitê pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

O Codim é constituído por entidades representativas do mercado de capitais com a função de discutir e sugerir a utilização das melhores formas de divulgação de informações.

Para o Codim, os releases constituem uma "ferramenta auxiliar na disseminação de quaisquer informações e assim chamam a atenção de acionistas, investidores e público em geral para informações que a empresa considera que deva haver melhor compreensão". Dentre os procedimentos sugeridos pelo Codim no momento de divulgação do release, à comunidade financeira, às agências de notícias e à imprensa em geral, estão a inclusão da expressão "Para Divulgação Imediata" no documento bem como o nome, endereço eletrônico e o telefone do profissional responsável pela área de Relações com Investidores da companhia.

Em termos do conteúdo que deve ser divulgado por meio de releases, o comitê aponta como adequados: "resultados anuais e trimestrais, anúncios de dividendos, fusões, aquisições, guidance, ofertas de compra de ações, compra de ativos relevantes, desdobramento de ações, mudanças importantes na direção da companhia, informações sobre novos produtos e serviços, assinatura de contratos estratégicos, planos de expansão, eventos agendados, promoções, prêmios recebidos, novas parcerias importantes, novas descobertas e todas as questões substantivas de natureza não usual ou não recorrente".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.