NOVA YORK (Reuters) - A Coca-Cola assumirá o controle das operações na América do Norte da sua principal engarrafadora, a Coca-Cola Enterprises (CCE), em uma estratégia que pode significar o fim de uma desvantagem competitiva após um negócio similar anunciado pela rival PepsiCo. A transação inclui cerca de 3,2 bilhões de dólares em participação na CCE e a assunção de uma dívida de perto de 9 bilhões de dólares. O negócio pode ajudar a maior fabricante de bebidas não-alcoólicas do mundo a reduzir custos e aumentar a flexibilidade na distribuição de seus produtos.

O anúncio da Coca-Cola desta quinta-feira ocorre justamente após a PepsiCo anunciar que está próxima de fechar a compra por 7,8 bilhões das suas maiores engarrafadoras, a Pepsi Bottling Group e a PepsiAmericas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.